- Colecção: Gradiva
 - Nº: 62
 - Páginas: 228
 - Estado: Muito Bom
 - ISBN/CB: 9726627052
Maria Antonieta terá sido a rainha dissoluta e esbanjadora, defensora secreta dos interesses austríacos, ou apenas uma jovem princesa de 14 anos, enviada para França para se casar com o futuro Luís XVI e um mero peão no tabuleiro de xadrez dos interesses europeus da segunda metade do século XVIII?
Insegura e frustrada por um casamento que só viria a consumar-se 7 anos após a sua chegada, pressionada pela mãe, a Imperatriz Maria Teresa de Áustria a dar à França o herdeiro que consolidaria a sua posição na corte francesa, Maria Antonieta entra numa espiral de festas e excentricidades que viraram contra ela o povo francês.
Acusada de relações adúlteras e de amizades femininas demasiado ardentes, a rainha tornou-se motivo de escândalo e alvo preferido de panfletos e boatos insultuosos. Com o eclodir da Revolução Francesa, a família Real é presa no Templo e a rainha passa ainda anos de humilhação e desgosto - a condenação à morte e a subsequente decapitação de Luís XVI, a separação dos filhos, as condições degradantes da sua detenção, a acusação entre todas dolorosa de que abusara sexualmente do filho, uma criança de 10 anos, e finalmente a morte degradante na guilhotina.
Brilhantemente escrito, Maria Antonieta é um livro que tem por detrás um notável trabalho de investigação. Servindo-se de uma enorme quantidade de cartas familiares e outros materiais de arquivo, Antonia Fraser evita com sucesso a aprovação incondicional de alguns dos admiradores franceses da Rainha, bem como a misoginia de muitos dos seus críticos. O resultado é um retrato fascinante e intensamente comovedor da última grande rainha francesa


As Horas

  • Editora: Gradiva
  • Autor: Michael Cunningham
  • ISBN-CB: 14240
    Páginas:
    Estado: Muito Bom
    Loc:
  • Situação: Disponivel
  • 9,95€

Voltar